Luiza Musela: Trilhando o caminho : Superando o medo

Trilhando o caminho : Superando o medo

/
3 Comments

Olá pessoas
Vou contar um pouco como foi minha primeira experiência de atender no hospital, já passei pela atenção básica e maternidade, mas agora estou no hospital onde nos deparamos com situações realmente inusitadas.
Pra quem ainda não sabe sou estudante de graduação de Enfermagem.
Estou no 5 período e na UFRJ  nosso estágio já começa no primeiro período, lá na atenção básica.
Gente o sonho de todo mundo (toda regra tem sua excessão) que gosta da área da saúde é querer atuar no Hospital, eu sou muito aberta e quero continuar assim até o meu sétimo período até eu poder sentar e saber o que irei fazer no meu TCC. Mas óbvio que eu sei que há coisas que eu já não gosto. Estar em um hospital era meu sonho SIM. Fiquei com medo, quase desisti, acredite eu quase desisti mesmo. Meu medo é diferente, pois como disse no post  anterior tenho Medo do NOVO.
Mas cheguei lá e não é que me sai bem, na medida do possível e com minhas limitações, me saí bem, não sei pra professora kkkk  mas me senti mais confortável,  soube lidar com o banho no leito por causa de tabus meus mesmo, e gostei e aprendi mas é o seguinte não quero levar isso pra minha vida profissional,  acho legal e interessante mas não é isso que quero para minha vida, ou seja já descartei mais uma opção, eu tenho em meu íntimo que irei ser melhor na parte de gerência e auditoria ou na atenção básica. Mas hospital é muito legal, achei que não teria autonomia mas me enganei redondamente, como estudante com dúvidas me vi fazendo as coisas, junto com as minhas duplas. Cansa muito mas é prazeroso ver o paciente bem e confortável com sua ajuda e suas intervenções. Enfermeira rala muito sim, até mais que o médico, fica direto com o paciente mas cada um tem suas particularidades, médico também cansa sim, pensa muito no que irá fazer para melhorar o quadro do seu paciente assim também os enfermeiros tentam fazer o possível e o impossível. Não sai iguais e nem se superam (somente no salário kkk) mas se completam e em uma boa equipe sabem trabalhar juntos sempre.
Bom gente acho que é isso por enquanto. Superei meu primeiro medo, superei em ver que não sou apenas um grão de areia, agora sei que posso fazer a diferença.

Beijos enormes meus amores.



Você pode gostar também..

3 comentários:

  1. Luiza a única coisa que posso te aconselhar é que resolva o mais depressa possível, pois o mercado pede bastante experiência. Quando fiz faculdade busquei estágios nas mais diversas áreas para ter um conhecimento amplo e isso me fodeu, sendo bem honesta. Trabalhei em locais excelentes que enriqueceram meu currículo, mas para arrumar emprego tô numa dificuldade tremenda, pois querem que a pessoa tenha estagiado a vida toda apenas naqulo, o que não foi meu caso. Por isso descubra logo o que gosta e foque em estagiar e fazer cursos naquilo. Beijo grande.
    www.dicasdamag.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a universidade para a escola de enfermagem não abre espaço nenhum para estágio fora. Como nas outras graduações e faculdades. Nossos estágios são todos dentro da faculdade mesmo. E a saúde é diferente das outras áreas em relação a isso. Até por que temos até pós multiprofissional mas muito obrigada por sua opinião sempre Camilla sempre importante

      Excluir

A tal da Nati. Tecnologia do Blogger.